Investimentos em e-commerce crescem 127% nos últimos dez anos

Segundo pesquisa do Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da FGV-SP, o comércio online se consolida como atividade lucrativa Investimentos no setor de e-commerce no Brasil cresceram 127% nos últimos dez anos. Só no ano de 2013, o comércio eletrônico movimentou R$ 28,8 bilhões no país, com previsão de aumento de 20% para 2014, segundo pesquisa do Centro de Tecnologia de Informação Aplicada (GVcia) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP). Em relação ao ano passado, houve crescimento tanto nas transações entre empresas quando nas de negócio com consumidores. Para os representantes das companhias entrevistadas, o relacionamento com cliente é o aspecto mais importante do comércio eletrônico. Com esse crescimento, muitos novos investidores acreditam que o e-commerce é uma boa forma de iniciar um negócio, principalmente pela facilidade para quem quer comprar. Um exemplo é a Boutique do Homem, uma loja exclusivamente online criada para atender o público masculino em todo o Brasil. Para o diretor da empresa, Norman Neto, essa forma de comércio tem diversos pontos positivos para o cliente. “Primeiro, é fácil de pesquisar e de encontrar exatamente o que você precisa. Outro fator muito interessante é a comodidade de receber o produto em casa, sem precisar se preocupar com nada”, destaca. Outro fator muito positivo do e-commerce fica por conta da possibilidadede as empresas distribuírem seus produtos em outras regiões do país sem que seja necessária a abertura de uma loja física, como apostou a chocolateria curitibana Cuore di Cacao, especializada em chocolates gourmet. “Com o tempo, os turistas que conheceram a nossa marca passaram a nos cobrar uma...

Monopólio do Google prejudica concorrência no Brasil, diz CEO do Buscapé

Em entrevista ao jornal O Globo, o novo presidente do Buscapé Company na América Latina, Rodrigo Borer, criticou a forma como o Google utiliza os anúncios de outras empresas dentro dos serviços de pesquisa da companhia. Para Borer, a gigante das buscas compromete a competição entre sites de e-commerce porque destaca apenas as páginas incluídas ou que direcionem para o Google Shopping, plataforma de compras online com sistema semelhante a sites como Mercado Livre e o próprio Buscapé. “Nós não temos problema em ter o Google como competidor, só que ele está beneficiando um produto dele e causando uma distorção na livre concorrência”, declarou o executivo. Ele destacou que o Google detém o monopólio das buscas na internet no Brasil –  95% dos brasileiros utilizam a ferramenta -, e que justamente por esse motivo não deveria promover seus produtos em cima dos outros. Borer ainda explica que, quando o Google anunciou o lançamento do Shopping por aqui, o Buscapé (e outras empresas do setor) começaram a monitorar os resultados de busca no Google para diferentes produtos. Feito isso, eles constataram que os itens vendidos pelo Shopping sempre apareciam na frente dos serviços de outras corporações. Isso motivou o Buscapé a procurar o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em 2011, que abriu investigação contra o Google só em outubro do ano passado. “Nesse meio tempo, o Google passou a ser investigado pelo Federal Trade Comission (FTC), nos Estados Unidos, exatamente pela mesma coisa [priorizar os próprios produtos nas buscas feitas pelos usuários], e na Europa também. Só que nos EUA eles não têm 95% das buscas; lá, o Bing (da Microsoft) é...

Como as PMEs estão aumentando a participação no e-commerce

Com tantos players grandes no mercado de e-commerce é difícil competir em termos de credibilidade e relevância. Mas pequenas e médias empresas já tem provado o contrário conquistando bons resultados na web. Isso porque no campo das ferramentas de pesquisa, tanto os grandes como os pequenos, podem ter chances similares de fazer uma boa oferta de produtos e serviços ao seus consumidores. Segundo pesquisa realizada pela Amcham São Paulo junto a empresas de pequeno e médio porte, 92% dessas empresas já investem no mundo virtual como forma de divulgar seus negócios. Ainda segundo a pesquisa as principais vantagens de se inserir no comércio eletrônico é a velocidade de exposição (para 61% dos entrevistados), aumento da capilaridade da atuação (38%) e redução de custos (31%). Para metade dos entrevistados, os recursos destinados à internet já representam mais de 50% do total previsto no plano de comunicação corporativo. Além dessas vantagens, pequenos e médios empresários enxergam a possibilidade de segmentar o público (principalmente em relação à propaganda e produto oferecido) e de mensurar a efetividade dessas ações como estratégias importantes para o seu negócio. De acordo com uma outra pesquisa (encomendada pelo Google) 14% das empresas que ainda não estão na internet já pensam fazê-lo nos próximos meses. Por outro lado, o “Estudo de tendências de uso de internet nas pequenas e médias empresas da América Latina” ressaltou que apenas 18% dos sites de pequenas e médias empresas permite atualmente as transações on-line. Esses dados nos revelam que apesar do interesse e da visão de mercado desses empreendedores eles ainda estão “experimentando” o ambiente virtual e por isso talvez não conheçam...

SEO agora é pré-requisito e não mais um diferencial

Os buscadores são as maiores fontes de acesso aos sites. Também temos a concorrência altíssima, portanto, aparecer nas primeiras posições nas buscas é vital para alavancar e destacar o seu projeto. Mais de 110 bilhões de buscas são feitas mensalmente e pelo menos 80% dos internautas encontram o que precisam nas primeiras páginas do Google. Agora pergunto: como está sendo feita a otimização do seu site? Definindo o que é otimização Também conhecida como SEO – Search Engine Optimization, é um conjunto de técnicas que tem como objetivo melhorar o posicionamento de um site nos buscadores (Google, Ask, Bing, Yahoo, afins). Através de um trabalho de “longo prazo”, o profissional de SEO consegue aumentar a encontrabilidade e o posicionamento de um site nas primeiras páginas do Google (o principal site de busca) para diversos termos relacionados com o serviço, produto ou diferencias da empresa. O site será encontrado por termos relevantes e por internautas potenciais, pessoas que realmente tem a intenção de compra. Como está sendo feita a otimização do seu site? Atualmente o trabalho de SEO está na boca de todos, desde os clientes, internautas, profissionais de marketing digital e principalmente das agências, que se intitulam “Agências SEO” e destacam o serviço como sendo o cargo chefe da empresa. Por ter o melhor custo benefício, ser a principal fonte de tráfego e trazer resultados durante anos sem precisar qualquer investimento adicional, a otimização de um site sem dúvida deve ser destacada e apresentada como um dos principais serviços oferecidos por uma agência digital. Será que eles realmente estão otimizando seu site? É comum ver agências destacando, oferecendo e vendendo essa técnica....

Tendências 2014 para sua Loja Virtual? É prudente arrumar o básico primeiro!

Faça primeiro o mais importante, ou seja, pensar, organizar e executar conforme as prioridades do seu negócio e necessidades dos consumidores. Parece óbvio isso, mas para muitos, não é!  Olhar as tendências para o próximo ano e ficar por dentro do que vem por ai no e-commerce, é muito importante, mas precisa primeiro fazer o básico em sua loja virtual. Não adianta querer chegar na lua, se nem voar você sabe ainda. É isso que eu vejo no mercado: sites ou lojas virtuais querendo ser marketplace, e-commerce querendo fazer e ser multicanal, sites e pequenos negócios querendo oferecer Plataforma para terceiros, enfim, são muitos exemplos de equívocos no Comércio Eletrônico. Sem falar aqueles que promovem e divulgam mais a sua loja, do que efetivamente tem condições e capacidade técnica de atender e entregar. Culpa dos eventos, dos especialistas, dos Portais de notícias que trazem novidades e tendências sobre o tema? Claro que não! Culpa sua, que pensa lá na frente, mas não faz o básico, que olha o do vizinho, sem antes olhar o seu. Ver artigo...
Página 1 de 212